AGRINDUS S.A – LETTI * FAZENDA SANTA RITA

AVALIAÇÃO CONCEITO DE LUXO

A Letti nasceu em 2007, dentro da Fazenda Agrindus com a missão de sempre oferecer alimentos frescos e seguros por meio do respeito à terra e ao bem estar animal.

O Conceito de Luxo foi convidado, eu estive na Fazenda, na cidade de Descalvado, interior de São Paulo e confesso ter ficado perplexo com tudo que vivenciei.
Foi uma visita técnica na fazenda Agrindus, a convite da Dr Andreia. Nutricionista para conhecer a produção do leite Letti A2, além de termos degustado um brunch delicioso com produtos da fazenda.


O que mais me surpreendeu foi a organização, a logística, limpeza, tratamento com os animais e sem falar dos produtos que são simplesmente maravilhosos!


O mais incrível, é que tudo é 100% produzido na fazenda a 30 metros da ordenha e todo o processo é rastreado. Assim, é garantido a denominação Tipo A, uma super qualidade e o leite fresco com a maior validade do Brasil.

PRODUTOS INCRÍVEIS 

As vacas são todas nascidas e crescidas na fazenda. E todo leite Letti A2 é proveniente de um rebanho que produz apenas a proteína A2 e é isso que faz toda a diferença.


É a única marca no Brasil que oferece uma linha completa de leites, iogurtes, coalhada, creme de leite e queijo feitos com leite Tipo A e naturalmente de fácil digestão.


AGRINDUS S/A

 

Fazenda Santa Rita Bairro Rural/ Descalvado

Eu adorei!

Por Luis Guilherme Zenga

Sobre Luis Guilherme

View all Posts

LUIS GUILHERME ZENGA – Jornalista de formação, com 25 anos atuando na área, passou por diversas editorias desde Área Têxtil, Moda, Beleza, Comportamento, Cidades e Entretenimento. Há 15 anos escrevendo nas editorias de Gastronomia, como crítico gastronômico, Enogastronomia (Vinhos e Cervejas) e Turismo Gastronômico. Colaborador no GOOGLE MAPS, avaliando Restaurantes visitados e tendo mais de (Cinco milhões e trezentas mil visualizações comprovadas) até a data de 01/2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*