AUDI DO BRASIL & LUCAS DI GRASSI

Depois de registrar seu nome na história do automobilismo mundial no ano passado, ao se tornar o primeiro vencedor de uma corrida com carros totalmente elétricos, da Fórmula E, organizada pela FIA (Federação Internacional do Automobilismo), Lucas Di Grassi pode ter um ano ainda melhor em 2015. Principalmente no próximo e decisivo mês de junho para a sua carreira, quando poderá se tornar o primeiro piloto brasileiro a vencer a tradicional corrida 24 Horas de Le Mans (13 e 14 de junho) e, logo em seguida, 27 de junho, na etapa decisiva de Londres, ainda ser o primeiro campeão mundial de Fórmula E, a F-1 dos modelos de competição elétricos.

20150325_113438

Com estes dois importantes desafios, a Audi do Brasil realizou uma coletiva de imprensa junto a seu piloto Lucas Di Grassi, que ocorreu no Audi Lounge, à rua Oscar Freire, em São Paulo.

No evento, Lucas falou também sobre a ocasião da temporada 2015 do FIA WEC, o Campeonato Mundial de Endurance, que se inicia no próximo dia 12 de abril com as 6 Horas de Silverstone.

20150325_113643 20150325_113630

Lucas di Grassi não teve muito descanso entre dezembro e janeiro, meses em que geralmente as atividades de competição no automobilismo encontram-se paradas nas pistas. Mas graças à Fórmula E, onde o brasileiro de 30 anos é o atual vice-líder da competição e fazendo história ao ser o primeiro vencedor da prova inaugural da categoria, o piloto da Audi Sport ABT no campeonato dos elétricos não teve folga – já que o calendário contemplou etapas entre setembro e junho -, correndo também em dezembro (em Punta del Este, no Uruguai) e em janeiro (em Buenos Aires, na Argentina).

O calendário corrido, ao contrário do que se pensaria, agrada a Lucas, que inicia em abril mais um desafio: sua segunda temporada como piloto titular da Audi Sport na disputa do Campeonato Mundial de Endurance, o FIA WEC (World Endurance Championship), no dia 12 de abril com as 6 Horas de Silverstone.

E a Audi, vencedora de 13 das últimas 15 edições das 24 Horas de Le Mans, promoveu uma verdadeira revolução em seu já histórico protótipo, o Audi R18 e-tron quattro. O carro ficou mais rápido e ainda mais eficiente, consumindo menos diesel em seu motor 4.0 V6 biturbo. A equipe refez a configuração energética do bólido, saltando da classe de dois megajoules para quatro. Além disso, a equipe revisou toda a aerodinâmica do conjunto, deixando-o ainda mais rápido e eficiente – a união destes quesitos é fundamental para o sucesso de um carro tanto no Mundial como também em Le Mans.

20150325_123114

O primeiro semestre do piloto brasileiro que tem o melhor resultado geral do país em La Sarthe (um segundo lugar em 2014, igualando os feitos de Raul Boesel em 1991 e de José Carlos Pace em 1973) vem sendo de inúmeros compromissos. No último dia 14 ele disputou a quinta etapa da Fórmula E em Miami; em seguida voou para o Brasil e disputou a Corrida de Duplas da Stock Car em Goiânia. No próximo dia 4 ele estará de volta aos Estados Unidos para a corrida de Long Beach da ‘F1 Elétrica’, onde busca retomar a liderança da competição recuperando uma diferença de sete pontos em relação ao primeiro da tabela.

Depois Lucas retorna à Europa e vai ao país que primeiro o acolheu no início de sua fase internacional da carreira. Será na Inglaterra que o FIA WEC começará 2015, com a disputa das 6 Horas de Silverstone. Em seguida, ele segue para a Bélgica visando a disputa das 6 Horas de Spa Francorchamps na segunda etapa do Mundial de Endurance no dia 2 de maio – a prova é a última do WEC antes das 24 Horas de Le Mans.

Após correr no desafiador e veloz traçado de Spa, Lucas segue para sua casa em Mônaco – mas não para descansar. No sábado dia 9 de maio ele disputa o ePrix de Monte Carlo da Fórmula E, sétima etapa do campeonato. Em seguida, Di Grassi disputa no dia 23 a oitava etapa dos elétricos em Berlim. O circuito onde será disputada a corrida será montado no antigo aeroporto Tempelhof, na capital alemã.

Da Alemanha, malas no avião rumo à França para o primeiro contato dos pilotos no ano com o mítico circuito de 13 quilômetros de La Sarthe, no pré-teste de Le Mans, nos dias 30 e 31 de maio. Serão dois dias de ajustes e trabalhos em acerto de carros para a prova que acontece depois de 15 dias.

Sem descanso, Lucas deixa a França e parte para a Rússia onde corre na penúltima etapa da Fórmula E, nas ruas de Moscou – e então retorna à França para toda uma semana de atividades em Le Mans que culmina com a disputa das 24 horas mais famosas do planeta, com largada no dia 13 e bandeirada no dia 14.

“Esta temporada e a última têm sido um pouco atípicas por causa da Fórmula E, que segue um calendário parecido com o do futebol europeu. Mas tem sido uma experiência muito legal, porque me mantenho em atividade correndo enquanto os outros campeonatos não iniciam a temporada. 2015 será de imensos desafios – e eles são muito bem-vindos”, diz Lucas.

 Por Luis Guilherme Zenga

Sobre Luis Guilherme Zenga

View all Posts

LUIS GUILHERME ZENGA – Jornalista de formação, com 25 anos atuando na área, passou por diversas editorias desde Área Têxtil, Moda, Beleza, Comportamento, Cidades e Entretenimento. Há 15 anos escrevendo nas editorias de Gastronomia, como crítico gastronômico, Enogastronomia (Vinhos e Cervejas) e Turismo Gastronômico. Colaborador no GOOGLE MAPS, avaliando Restaurantes visitados e tendo mais de (Cinco milhões e trezentas mil visualizações comprovadas) até a data de 01/2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*