RESTAURANTE & BAR ESPÍRITO SANTO “A REFERÊNCIA DO BOM BACALHAU PRA PÁSCOA”

O Bar Espirito Santo em minha opinião é um dos melhores locais pra se comer um delicioso bacalhau em São Paulo. Lá você realmente sente o clima da terrinha. Muito bem servido, o tempero na medida certa, o atendimento impecável e além do mais, você tem sempre a presença dos donos ao redor pra fazer do serviço uma casa única e especial. Há 16 anos conserva em seu cardápio 90% dos pratos. A tradição do menu vem da predileção dos clientes, eles notam a falta se é feita qualquer substituição.  A Casa reconhece que fazer comida com excelência, não é mudar pratos periodicamente, é aperfeiçoa-los sempre com os melhores produtos. Cada cliente volta para repetir e apreciar os mesmos pratos seja comer o bolinho ou qualquer outra opção dentre as 14 receitas que levam bacalhau. Assim acontece mais um diferencial do estabelecimento, ser autentico em manter o gosto do cliente e buscar a perfeição a cada compra e no modo do preparo.

Conhecendo-Portugal-comidas-portuguesas-bacalhau-gomes-de-sá

O menu, predominantemente português, é prático, de um lado as entradas, com vários tipos de petiscos, bocados, sandes (sanduiches), saladas e caldos; do outro, os pratos, divididos em três categorias, “da Terra”, “Bacalhau” e “do Mar”.  Como sobremesa, a casa oferece doces tradicionais, entre eles “Pastel de Belém”, “Toucinho do Céu” e uma “Rabanada” bastante apreciada.

A farta e saborosa gastronomia, por muitas vezes, faz com que a casa seja percebida como um Restaurante. O Bar que traz um pouco da personalidade e vivências de seus proprietários Renato Costa, 28, descendente de portugueses, e do lusitano Adriano Costa, 67, tem uma viva mistura de Brasil e Portugal e a combinação de gerações. Entre o despojado e o tradicional, o espaço forma um ambiente eclético, agradável e recheado de histórias.

O receptivo tem o aconchego de ‘rostos amigos’, funcionários que estão na casa desde sua abertura, em 1998, é o caso do barman mais antigo da casa “seu Severino” e do gerente “seu Chico” que ficam à frente na acolhida. Com auxiliares que já trabalham há anos em cada área do Bar, o Espírito Santo consegue manter boa integração entre os empregados, comunicação fluente com os clientes e um atendimento coeso.

O chef Paulo Pereira Ramos é nordestino e incorporou bem os sabores da cozinha portuguesa. O cuidado com os produtos, desde a escolha, é uma exigência do cozinheiro. Nunca abre mão de um bom azeite, e despende cuidado especial ao Bacalhau. Faz questão de receber o produto seco e prepara-lo em sua cozinha desde à dessalga.

Raw

O bar oferece delícias típicas como o premiado “Bolinho de Bacalhau”, feito na hora e servido com peculiar “crocância”. Também pratos tradicionais como o “Arroz de Pato”, “O polvo à Lagareira,  cozido e assado no azeite com batatas e páprica”, o “Bacalhau do Porto, assado no azeite, arroz de brócolis” e batata e outras delicias que retratam a cozinha da Terrinha.

PolvoALagareiro.006 b 31 07

A casa oferece o serviço de delivery, que também comemora o aniversário de 1 ano.  Com a disposição de todos os pratos do cardápio, tanto no almoço quanto no jantar.  Este serviço difere-se pela qualidade também da embalagem e da entrega.

Bolinhos de Bacalhau 1

O chope esta entre os atrativos da casa, considerado entre os melhores de São Paulo. O bar tem um cardápio de bebidas que vão de criativos drinks, saborosas caipirinhas, uma série de cachaças selecionadas, whiskys e destilados. O barman “Severino” se encarrega de preparar e supervisionar os concorridos drinks.

Podemos considerar que o Espírito Santo é um “bar conceito”, com estilo próprio para incrementar o serviço, o cardápio, o cuidado com o vinho sem perder a atmosfera de um alegre boteco. A adega com 170 rótulos, predominantemente portugueses é cuidada pelos sommeliers Eduardo e Francisco que também se encarregam do atendimento e sugestão para harmonização com os pratos. No Bar come-se e bebe-se bem sem ter que se preocupar com a formalidade.

A casa tem capacidade para 88 pessoas, sendo 20 no ambiente externo. As mesinhas na calçada são muito disputadas no verão, no inverno as mantinhas personalizadas ajudam a aquecer com charme.  Homenageando as tascas lisboetas, o espaço é decorado com azulejos e fotos da Terrinha. 

Observando a importância da sustentabilidade a casa passou recentemente por reformas. A cozinha agora conta com caixas de gordura que são esvaziadas periodicamente e filtros de ar para diminuir a poluição e odor.

E a grande pedida para está Páscoa é você deliciar-se com os vários tipos de bacalhau e acompanhamentos que a casa oferece.

www.barespiritosanto.com.br

Vá e comprove!

Por Luis Guilherme Zenga

aprovado 

Sobre Luis Guilherme Zenga

View all Posts

LUIS GUILHERME ZENGA – Jornalista de formação, com 25 anos atuando na área, passou por diversas editorias desde Área Têxtil, Moda, Beleza, Comportamento, Cidades e Entretenimento. Há 15 anos escrevendo nas editorias de Gastronomia, como crítico gastronômico, Enogastronomia (Vinhos e Cervejas) e Turismo Gastronômico. Colaborador no GOOGLE MAPS, avaliando Restaurantes visitados e tendo mais de (Cinco milhões e trezentas mil visualizações comprovadas) até a data de 01/2019.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*