CHAMPAGNE DAY BRASIL

Primeira edição do “Champagne Day Brasil”

14801025_1816715691938940_1924456486_n

      porque brindar com espumantes é um luxo!

Tivemos a satisfação de participar da primeira edição do “Global Champagne Day”, no charmoso espaço Casa da Travessa (www.casadatravessa.com.br), no bairro de Perdizes, em São Paulo. Foi um evento direcionado exclusivamente à degustação de champagnes, espumantes e cavas.

A iniciativa foi da querida Daniella Romano, uma das maiores sommelières internacionais do país, com uma formação que inclui cursos na Espanha, Estados Unidos, França e Itália. Além do impecável currículo, essa dama do vinho desenvolve um bonito projeto intitulado “Ver o Vinho”, que visa à inclusão social dos deficientes visuais, oferecendo-lhes treinamento sensorial para capacitá-los a degustar e avaliar vinhos.

14825575_1816715725272270_138014242_n

Na ocasião, os participantes puderam degustar espumantes originários da França, os únicos que podem ostentar a denominação de “champagne”, tais como os célebres Veuve Clicquot, Moët Chandon, Perrier Jouët e Louis Roederer. A Espanha se viu representada pelos cavas da Freixenet, e a Itália pelos proseccos da Martini. Os brasileiríssimos espumantes da vinícola Salton também marcaram presença!

14800778_1816715695272273_1033797584_n

Além dos espumantes, para tornar ainda mais saborosa a experiência enogastronômica,  mesas de queijos, frios, patês e produtos com tartufo enchiam os olhos e aguçavam o paladar, e todos os produtos podiam ser adquiridos a preços muito convidativos.

Nesse contexto, nunca é demais lembrar que o champagne é um vinho espumante originário da região que lhe deu nome, a qual fica a aproximadamente 150 quilômetros de Paris. A sua descoberta foi atribuída ao célebre monge Dom Pérignon, no século XVII, que era responsável pelas adegas da Abadia de Hautvilleres.

Dom Pérignon, naturalmente curioso com a afirmação de alguns vinicultores de que certos tipos de vinhos fermentavam depois de engarrafados, gerando pequenas bolhas de gás, procurou favorecer e controlar essa segunda fermentação, a por meio de uma técnica desenvolvida por ele e que ficou conhecida como “champenoise”. E foi assim que surgiu a bebida mais luxuosa do mundo!

Entre os champagnes degustados, merece destaque os da Maison Perrier Jouët, deliciosos e surpreendentes! Reconhecida como a grife mais exclusiva de champanhe do mundo, essa marca francesa foi pioneira na exportação dessa bebida que é sinônimo de glamour no mundo todo, ganhando notoriedade já há dois séculos atrás, ao tornar-se fornecedora oficial da rainha Vitória da Inglaterra.

14826474_1816715771938932_1503443648_n

A história sobre a origem da Maison também é muito interessante e romântica, pois essa grife francesa de champagnes originou-se em 1811, com o casamento de Pierre-Nicolas-Marie-Perrier, um fabricante de rolhas, com Adéle Jouët, uma jovem que pertencia a uma família que cultivava vinhedos há muitas gerações. E após mais de dois séculos, continua produzindo champanhes sublimes a partir de varietais como a Chardonnay, vindas de vinhedos de Cramant e Avize, classificados como 100% na escala de “crus”, aportando elegância e frescor à bebida.

Outro dado interessante é que em 2008 essa grife francesa lançou um champanhe que acabou tornando-se o mais caro do mundo, sendo vendido por volta de R$ 15 mil reais a garrafa. Aos poucos abastados que puderam dar-se o luxo de adquiri-la, lhes foi oferecida a possibilidade de personalizar os rótulos, estampando-os com sua assinatura.

Convenhamos que brindar com champagne é realmente um luxo! Mas nem todo luxo precisa ser tão caro… e essa foi a proposta da primeira edição do Champagne Day: democratizar o acesso a essa bebida por meio de uma degustação a um preço super acessível!

Parabéns à Daniella Romano e seus parceiros que, assim como nós, contribuem ativamente para democratizar a cultura do vinho no Brasil!

14825742_1816715731938936_1460792545_n

 

Um beijo e um brinde!

Marcio Morena

Enófilo

 

 

Sobre Luis Guilherme Zenga

View all Posts

LUIS GUILHERME ZENGA – Jornalista de formação, com 25 anos atuando na área, passou por diversas editorias desde Área Têxtil, Moda, Beleza, Comportamento, Cidades e Entretenimento. Há 15 anos escrevendo nas editorias de Gastronomia, como crítico gastronômico, Enogastronomia (Vinhos e Cervejas) e Turismo Gastronômico. Colaborador no GOOGLE MAPS, avaliando Restaurantes visitados e tendo mais de (Cinco milhões e trezentas mil visualizações comprovadas) até a data de 01/2019.

1 Comentários sobre este post

  1. obrigado Claudia! o conceito de Luxo e Marcio nosso colunista fica feliz com seu retorno…

    Luis Guilherme / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*