COMO SERVIR CORRETAMENTE CERVEJAS ESPECIAIS

Hoje a Mr. Beer, rede de franquias de cervejas especiais, está dando grandes dicas através de Marina Cervi, beer sommelier da empresa, pra você leitor do Conceito de Luxo, de como servir cervejas artesanais corretamente, nos copos certos e de forma correta para a degustação da cerveja.

beer-copos

Bom, encontrar um ambiente agradável para degustar uma boa cerveja é sem dúvida um dos programas preferidos de muitas pessoas e adoradores de cervejas especiais, fica ainda melhor se contar com a ajuda de quem saiba servir corretamente, tornando a experiência ainda mais completa. Mas para quem prefere se deliciar no conforto de casa, é interessante tomar alguns cuidados no momento de servir cada tipo de cerveja. Segundo Marina, o serviço correto contribui diretamente na degustação da bebida.

Vamos lá! 

“Cada cerveja tem sua especificidade, mas em geral, o serviço deve começar com o copo inclinado, o que diminui a turbulência e a velocidade do líquido, evitando a formação indevida de espuma e diminuindo a volatilização dos aromas. Quando estiver 70% cheio é a hora de elevar lentamente e servir o líquido no centro até que o copo esteja reto, formando uma espuma de aproximadamente 1 a 2 cm”, sugere.

“As Weizenbiers requerem um serviço especial, exigindo uma maior inclinação do copo e menor velocidade na colocação do líquido, devido à alta formação de espuma característica desse estilo. A cerveja de 500 ml deve ser inteiramente colocada no copo Weizen, não se esquecendo de agitar a garrafa em movimentos circulares quando estiver restando 2 dedos da cerveja, para misturar com o fermento residual, e servir no copo em pé”, explica a Marina.

Segundo a beer sommelier é fundamental evitar o contato do recipiente (garrafa, lata, torneira de chopp, keg, etc.) com o líquido e com o copo. Isso porque esse contato pode transmitir partículas de poeira, sabão, entre outras, o que pode influenciar na formação de espuma. “Além de utilizar copos limpos e sem gorduras, é importante estar atento à temperatura de serviço. Cerveja muito gelada amortece as papilas gustativas, prejudicando a percepção do sabor”, completa Marina.
A dica é seguir a seguinte escala como referência:

• Muito gelada (de 0 a 4°C): Pale Lagers, cervejas sem álcool e qualquer cerveja que tenha o objetivo de refrescar mais do que de ser degustada.
• Bem gelada (de 5 a 7°C): Weizenbiers (cervejas claras de trigo), Lambics de fruta e Gueuzes.
• Gelada (de 8 a 12°C): para Lagers Escuras, Pale Ale, Amber Ale, Dunkel Weizen (cervejas escuras de trigo), Porter, Helles, Vienna Lager, Belgian Tripel e Bock tradicional.
• Temperatura de adega (de 13 a 15°C): para as Belgian Dark Strong Ale, Belgian Gold Strong Ale, Stout, Eisbock, Doppelbock e a maioria das cervejas especiais Belgas, incluindo as Trapistas.

Para Marina, a utilização do copo correto para o determinado tipo de cerveja permite ao consumidor a experiência total do sabor e aroma da cerveja. Confira abaixo os principais copos utilizados:

Caneca Massimage002Ideal para cervejas armazenadas em barrils, conhecido comumente no Brasil como chopp. A caneca é muito usada em eventos e é ideal para quem adora brindar. É o típico canecão alemão, ideal para grandes e festeiros bebedores que adoram brindar a cada minuto. A alça evita o contato da mão com o vidro, mantendo a temperatura gelada por mais tempo.

Pintimage004

Muito comum nos pubs ingleses e irlandeses, o Pint é tradicionalmente utilizado pelas Stouts, Bitters e a maioria das Ales inglesas. Foi idealizado por ter um desenho simples, barato e que comporta grandes quantidades de cerveja. O nome, na verdade, é uma medida: 1 pint = 473 ml (Estados Unidos), 568 ml (Reino Unido). Os dois tipos de copo Pint mais conhecidos são: Nonick, ou English Pint, que tem um anel saliente no topo; e o Irish Pint, imortalizado pela Guinness; o corpo mais fino na parte inferior propicia melhor encaixe nas mãos, e o arredondamento mais largo acima ajuda na captura dos aromas.

Taça Belga ou Tulipa

image006

Ideal para cervejas que possuem bastante espuma, como a Blanche de Namur e outras Strong Ales Belgas. O desenho é baixo e elegante, permitindo também observar a evolução da espuma. Seu corpo arredondado captura os aromas e a borda voltada para fora se encaixa perfeitamente nos lábios e ajuda na sustentação da espuma. Não confunda com o que chamamos aqui no Brasil de Tulipa, que na verdade é um copo Pilsner. A Tulipa parece uma taça de conhaque, porém com a boca do copo virada para fora.

Copo IPAimage008

Desenvolvido especialmente para esse estilo, através de seu Design ergonômico, com a finalidade de potencializar os complexos perfis aromáticos das American IPAs, mantendo um colarinho generoso e ressaltando o sabor. O copo ideal para fazer uma degustação amarga e especial.

Copo Weizenimage010

Ideal para cervejas do tipo Weizenbier (cervejas de trigo), tem capacidade para receber todo o volume da garrafa de 500 ml, incluindo o fundo com leveduras e a espuma abundante, conforme tradição do estilo. A forma longa do copo possibilita a visualização do líquido, e a boca larga se justifica pela grande intensidade aromática do estilo.
Sobre a Mr. Beer
Fundada em 2009, em São Paulo, como um quiosque de cervejas especiais, a Mr. Beer teve rápido crescimento e atualmente é a maior rede franquias do segmento no país, com mais de 50 unidades espalhadas pelo Brasil. A Mr. Beer oferece mais de 150 rótulos de cervejas especiais, 100 deles importados com exclusividade para o país pela própria franqueadora. Além disso, são mais de 80 acessórios relacionados ao mundo cervejeiro e kits licenciados e comemorativos de diversas marcas. As lojas da rede são sinônimo de excelência em rótulos, atendimento personalizado e harmonização.
www.mrbeercervejas.com.br

Da redação

Sobre Luis Guilherme

View all Posts

LUIS GUILHERME ZENGA – Jornalista de formação, com 25 anos atuando na área, passou por diversas editorias desde Área Têxtil, Moda, Beleza, Comportamento, Cidades e Entretenimento. Há 15 anos escrevendo nas editorias de Gastronomia, como crítico gastronômico, Enogastronomia (Vinhos e Cervejas) e Turismo Gastronômico. Colaborador no GOOGLE MAPS, avaliando Restaurantes visitados e tendo mais de (Cinco milhões e trezentas mil visualizações comprovadas) até a data de 01/2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*