ESPECIAL – PARQUE NACIONAL DE UBAJARA & GRUTA

10737424

 

Parque Nacional de Ubajara localiza-se no município de Ubajara, na Serra da Ibiapaba, no estado do Ceará. A cidade de Ubajara fica em pleno sertão, mas apresenta um clima de montanha devido à altitude  de 847 m acima do nível do mar. 

A Serra da Ibiapaba constitui uma das mais notáveis topografias do Nordeste brasileiro com paisagens morfológicas e formações geológicas bem diferentes.
O perímetro do parque é de 563 hectares e é considerado o menor Parque Nacional do Brasil. mas de uma beleza exuberante. É administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Há duas portarias, mas só a da Neblina está aberta aos turistas. Logo na entrada há o Centro de Visitantes, com biblioteca, sala de vídeo e de exposição de fotos, além de banheiros e lanchonete. Para visitar o parque  o visitante terá que contatar um guia no centro de visitantes. O nosso guia foi o André, muito bom. Mas existem outros 13 guias capacitados tanto para levar os turistas em diferentes trilhas como na visita à atração principal do Parque, a Gruta de Ubajara.

A Trilha da Samambaia tem uma extensão de aproximadamente 1,5 km, até o Mirante, e mais uma extensão que atinge 3,0 km até a Cachoeira do Cafundó.

No Circuito das Cachoeiras, o visitante pode ter acesso além da Cachoeira do Cafundó, à do Rio das Minas, Gavião e Murimbeca. A foto ao lado é a Cachoeira do Frade que fica a 30 km do parque e vale a pena uma visita.

A trilha com maior grau de dificuldade é a travessia Ubajara – Araticum, com uma extensão de 7 km em pedra tosca, bastante íngreme, que demora cerca de 3 horas e meia, caso haja paradas para a cachoeira e para o mirante.

Agora se você não estiver preparado para uma caminhada, a opção é pegar o bondinho que leva 5 minutos para descer e para subir.

Do Mirante que está localizado às margens do Riacho Gameleira e na borda da Chapada, dentro da área do Parque, pode-se ter uma visão privilegiada, que não inclui a Gruta, que está numa depressão de 535 m, com relação à Plataforma Superior do Teleférico.
A trilha até a Gruta de Ubajara tem paisagens deslumbrantes.

A flora tem uma vegetação de transição entre a Floresta Tropical Amazônica – com espécies como o babaçu, o cedro – e a Caatinga, com espécies como o jatobá e o marmeleiro.

A fauna praticamente  se resume aos morcegos na gruta, ao mocó, um roedor que pode ser encontrado na área habitando as rochas e escarpas, sendo muito caçado pela população regional que o utiliza como fonte de alimento, o macaco-prego, o tamanduá-mirim, a cotia e várias espécies de aves.

O clima pode ser definido em úmido e relativamente frio, de janeiro a junho, e outro seco e quente, de julho a dezembro. As temperaturas estão entre 20° C e 22° C na Serra da Ibiapaba e em torno de 24° C a 26° C na depressão periférica.

A Gruta de Ubajara é conhecida desde o início do século XVIII, quando os portugueses realizaram expedições na região em busca de minérios. 

O passeio na gruta é bem organizado, com guias treinados que conduzem os visitantes com informações bem interessantes. A gruta tem aproximadamente 400 m de lugares visitados e outros que não podem ser visitados por serem acessíveis somente a pesquisadores.

A gruta é muito bonita, com formações de estalactites e estalagmites e galerias e salas, que foram batizados conforme as figuras que as formações rochosas insinuam, como a Pedra do Sino, a Sala das Rosas (na foto à direita) e a Sala das Maravilhas.

No meio do passeio o guia desliga todas as luzes da caverna para que possamos sentir o clima natural dentro de uma caverna. Há muitos morcegos na caverna, e o guia aconselha a não colocar as mãos nas paredes das rochas porque estão contaminadas com a urina e fezes dos morcegos, que embora deixem um cheiro desagradável, não oferecem perigo algum aos visitantes.

Hospedagem: a dica é o Neblina Park Hotel, a aproximadamente 500 m do parque. para quem pode, naturalmente, é ir durante a semana, porque nos fins de semana, o hotel e o parque ficam lotados.               Outra dica é ligar para ver se o bondinho está funcionando.
Saindo de Fortaleza, o acesso é pela BR-222 até o município de Tianguá, com uma distância de 325 km. Daí segue pela Rodovia da Confiança até a Cidade de Ubajara, com uma trajetória de 17 km, em Rodovia asfaltada e mais 3 km até a entrada do Parque Nacional.
Outra opção, saindo de Fortaleza, é a Rodovia BR 020, até a Cidade de Canindé, distante 110 km. Daí segue por uma Rodovia Estadual, com uma distância de 350 km.
Saindo de Teresina no Estado do Paiui, segue pela Rodovia RB 343, até a Cidade de Piripiri/PI, daí segue pela Rodovia BR 222 até a Cidade de Tianguá, no Ceará.

028_ubajara_01

 

 

PARQUE NACIONAL DE UBAJARA
Rod da Confiança, 187 – Zona Rural
Ubajara/CE – CEP: 62.350-000
TELEFONE: (88) 3634-1388
Email: [email protected]

 

Por Dina Barile

A colunista visitou o destino

 

 

Sobre Luis Guilherme

View all Posts

Luis Guilherme Zenga, Jornalista, 20 anos com passagens por diversas editorias desde Área Têxtil, Moda, Beleza, Cidades, Entretenimento e há 10 anos apaixonado pela editoria de Gastronomia e Turismo. Criei o Conceito de Luxo Magazine, por ter a cobrança de meu leitor em dar a minha opinião pessoal sobre as matérias que escrevo nos veículos que atuo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*