FEIRA DE VINHOS NA ITÁLIA “VINITALY 2017”

A Vinitaly 2017 alcança a sua 51ª edição: negócios, tradição com inovação, e muito glamour! Marcio Morena – enólogo esteve presente no evento e conta tudo no Conceito de Luxo.

 

 

A Vinitaly é a maior feira de vinhos do mundo e não poderia ser diferente, afinal, a Itália tem uma tradição incontestável e reconhecida mundialmente na produção de excelentes vinhos. Na sua 51ª edição estão participando 4.271 expositores de 30 países diferentes. 

A feira se realiza sempre em Verona, desde a sua primeira edição, e ocupa uma superfície de 98.000 metros quadrados. Na edição passada circularam pelos seus mais de 18 pavilhões organizados por regiões produtoras da Itália, ao redor de 131.000 pessoas, das quais 49.000 estrangeiras de mais de 141 países. Os jornalistas presentes na feira foram mais de 2.110.

Os números da indústria vitivinícola italiana realmente impressionam. São mais de 310.000 vinícolas, e a produção está estimada em mais de 50 milhões de hectolitros. O faturamento do setor é de mais de 12,8 bilhões de euros. Vale ressaltar ainda que a Itália possuiu mais de 75 denominações de origem controlada e garantida (DOCG), 344 denominações de origem controlada (DOC) e 118 indicações geográficas típicas (IGT). É realmente muita coisa!

Nesse ano o foco político nacional de promoção da feira foi direcionado para a China e para os Estados Unidos. Os EUA são o primeiro importador mundial de vinho, e o mais importante importador de vinhos italianos também. Já a China é um país em grande evolução, sendo que em 2016 importou mais de 324.000 hectolitros, um valor que chega a 120 milhões de euros.

Como havíamos comentado, a Vinitaly está organizada em pavilhões, sendo que a cada um corresponde uma região especifica da Itália, sendo que há um pavilhão que corresponde a apenas produtores estrangeiros, dentre os quais destacamos países como Argentina, Austrália, Áustria, Chile, França, Alemanha, Nova Zelândia, Rússia, Eslovênia, África do Sul, Japão e China. Infelizmente o Brasil não se faz presente na Vinitaly, uma falta que esperamos que seja brevemente corrigida.

Além dos “stands”, muitos deles com decoração impecável, a Vinitaly proporciona dezenas de degustações dirigidas aos seus visitantes, além de palestras e work shops, disponibilizando, ainda, toda uma infraestrutura de alimentação, como os restaurantes “d´autore“, dirigidos por grandes chefes, como Roberto Conti, do Trussardi de Milão, Marco Volpi, do Le Tentazionu Restaurant e Matteo Grandi, do Degusto Cuisine Restaurant, com prévio agendamento, ao preço de 70 euros por pessoa.

Tivemos o privilégio de estar entre jornalistas do mundo todo para cobrir o evento e degustar os mais excepcionais e característicos vinhos de toda a Itália que, indubitavelmente, oferece uma gama imensa de tintos, rosés, brancos e espumantes!

A Vinitaly é, sem dúvida, uma grande oportunidade de degustar uma diversidade imensa de vinhos, de aproximar o produtor dos operadores de mercado e também dos consumidores, de fomentar contatos e, claro, de reafirmar a “expertise” e o glamour dos italianos quando o assunto é vinho!

 

 

 

Um beijo e um brinde!

Marcio Morena / Enólogo

 

 

 

Sobre Luis Guilherme

View all Posts

Luis Guilherme Zenga, Jornalista, 20 anos com passagens por diversas editorias desde Área Têxtil, Moda, Beleza, Cidades, Entretenimento e há 10 anos apaixonado pela editoria de Gastronomia e Turismo. Criei o Conceito de Luxo Magazine, por ter a cobrança de meu leitor em dar a minha opinião pessoal sobre as matérias que escrevo nos veículos que atuo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*