RELÓGIO MÉTIERS D’ART ‘A LENDA DO ZODÁIACO CHINÊS’

Símbolo de um espírito vivaz e independente, o signo da Cabra vai substituir o ano do Cavalo a partir de 19 de fevereiro de 2015. Para marcar a ocasião, a Vacheron Constantin apresentou no Conceito de Luxo Magazine, duas novas criações de relógios feitos com esmaltagem e gravura.

86073-000r-9889-86073-000p-9890-tr-720635

Esculpida em um papel de acordo com os princípios de Jianzhi, os animais do zodíaco chinês são um magnífico exemplo da arte de jogar com os espaços cheios e vazios. A Vacheron Constantin enfrentou esse desafio, adaptando-o ao campo da relojoaria graças à habilidade dos seus artesãos especializados. Mestres artesãos responsáveis pela gravação e pela esmaltagem trabalharam juntos alternadamente no relógio do Ano da Cabra. Foram criadas apenas 12 peças em ouro rosa e 12 em platina. A linha é uma série limitada disponível exclusivamente nas boutiques da Vacheron Constantin.

A estampa de folhas que aparece no mostrador é um clássico da iconografia chinesa e está gravada diretamente no metal. O desenho permanece semi-incorporado e destaca-se da sua base de ouro por uma sutil decoração de diversos relevos, criando um efeito de profundidade. As flores de madressilva levantadas parecem flutuar sobre o mostrador. Com a gravação da cabra, cujos detalhes medem uma mera fração de milímetro, o artesão dá uma expressão tangível a visão artística por trás desta criação.

Depois vem o estágio da esmaltagem Grand Feu, técnica criada em Genebra e restrita a um número muito pequeno de artesãos. Ao aplicar o esmalte em várias camadas, o artesão aumenta ainda mais a intensidade visual dos tons de azul e bronze do mostrador. É preciso manter controle minucioso da cor e das reações provocadas pelo processo de queima – que ocorre em um forno à temperatura de 800 a 900 °C. A camada final de esmalte é então aplicada logo antes de uma operação de queima final, que vitrifica o mostrador e dá um efeito de brilho acetinado, que confere mais definição ao motivo floral.

A cabra é delicadamente aplicada ao centro do mostrador, transmitindo uma sensação de calma e serenidade através do cristal de safira. 

A coleção Métiers d’Art A Lenda do Zodíaco Chinês conta com o calibre 2460 G4. O relógio não tem ponteiros. As horas, minutos, dia e data são apresentados por meio de quatro displays no mostrador. Todas as suas peças têm acabamento sofisticado, que atende aos critérios estabelecidos pelo Selo de Genebra – um dos maiores símbolos da relojoaria criado em 1886 e reconhecido em todo o mundo.

Da redação

Sobre Luis Guilherme Zenga

View all Posts

LUIS GUILHERME ZENGA – Jornalista de formação, com 25 anos atuando na área, passou por diversas editorias desde Área Têxtil, Moda, Beleza, Comportamento, Cidades e Entretenimento. Há 15 anos escrevendo nas editorias de Gastronomia, como crítico gastronômico, Enogastronomia (Vinhos e Cervejas) e Turismo Gastronômico. Colaborador no GOOGLE MAPS, avaliando Restaurantes visitados e tendo mais de (Cinco milhões e trezentas mil visualizações comprovadas) até a data de 01/2019.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*