TURISMO ENOGASTRONOMICO * TRADICIONAIS VINÍCOLAS ITALIANAS

O Conceito de Luxo passa essa informação recebida, porém não foi testada. O hotel Laticastelli Country Relais, localizado a cerca de 30 minutos de Siena, e próximo a adegas oferecem degustações de vinhos da região.     

 

A 15 metros do Laticastelli, a Adega Felsina é um passeio gastronômico indispensável para quem busca não só saborear um bom copo de vinho, mas também admirar a elegância das paisagens da Toscana. Além de produzirem o famoso Chianti Clássico, os visitantes têm a oportunidade de degustar o Fontalloro e o Rancia, vinhos produzidos inteiramente com a principal uva da Toscana, a Sangiovese, por aproximadamente 15 euros por pessoa.

A Adega Castello Di Brolio é outra opção de vinícola que fica a apenas 20 metros do hotel. O local pertence a uma das mais tradicionais famílias produtoras de vinho na Itália, os Ricasoli. É preciso visitar a adega pessoalmente para entender a sua singularidade. Pela estrada até o povoado de San Gusme, a 20 metros do Laticastelli, também há vinhedos de uvas Sangiovese, típicas da região do Chianti.

Quem escolher aproveitar os dias dentro do hotel, por apenas 16 euros, a vinhoteca oferece aos hóspedes degustações de vinhos durante as tardes na adega, que está localizada ao lado do restaurante La Taverna. Dentre as opções estão os clássicos tintos da Terre Senese – Vernaccia, Chianti e Montepulciano -, que são facilmente combinados com os típicos petiscos italianos, como bruschettas, salames e presuntos toscanos. E, para os quentes dias de verão, a dica é degustar as boas safras italianas à beira da piscina do Laticastelli, que parece estar suspensa em meio às colinas da região e que oferece cenas espetaculares a cada entardecer.

www.laticastelli.com

Da redação

Sobre Luis Guilherme

View all Posts

Luis Guilherme Zenga, Jornalista, 20 anos com passagens por diversas editorias desde Área Têxtil, Moda, Beleza, Cidades, Entretenimento e há 10 anos apaixonado pela editoria de Gastronomia e Turismo. Criei o Conceito de Luxo Magazine, por ter a cobrança de meu leitor em dar a minha opinião pessoal sobre as matérias que escrevo nos veículos que atuo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*