UM POUCO DE “TEMPERO” NA COMIDA

Temperos    e    Condimentos

 
Todos nós sabemos que os  temperos e condimentos aguçam sentidos, despertam lembranças e sentimentos, criam uma relação magica e inesquecível com a mesa da cozinha. Ao salpicar as saborosas e milenares especiarias vindas de longe e adicionar ao nosso preparo os temperinhos cultivados nas hortas e quintais, e embebemos os alimentos com intenções e tradições carinhosas, desejos de reunir e nutrir as pessoas queridas, proporcionar bons momentos. Crie, invente e reinvente as combinações. Novos temperos, novos prezeres, novas lembranças. Experimente esta paleta basica de aromas, cores e brilhos que a natureza nos oferece para a arte de cozinhar.
 
Açafrão:  Muito usado na culinária mediterrânea. Pode ser utilizado para aromatizar e dar cor. Em bora sua flor seja roxa, o condimento empresta um tom amarelo-alaranjado aos alimentos. São nescessarias 200 mil flores ou 6aa mil pistilos, para se obter um quilo desse tempero. Na China, no Egito e na Grécia era apreciado pelo perfume requintado e por sua propriedade medicinais. Diz-se que é digestivo.
Uso: paellas, risotos italianos, massas, molhos, carne de carneiro, bucho madrileno e sopas de peixe, como a boillabaisse.
 
Alecrim: Originária do mediterrâneo, esta erva doce e perfumada – rosmarinus – significa “orvalho do mar”.
Uso: vitelas e carneiros, sopas, assados, marinados, peixes e frutos do mar, também no frango assado. Experimente também em batata cozida, couve-flor, espinafre, cogumelos, frutas, sucos e pães.
 
Cardamomo: Sua origem é da costa do Malabar, Índia. Semente de amorma muito intenso, da família do gengibre, é um dos componentes do curry. Tem sabor forte e adocicado. Seus grão ajudão na digestão.
Uso: carnes de porco, saladas, bolos,tortas, pudins, biscoitos, cafés, saladas de frutas e éideal para sopas.
 
Coentro: Suas folhas frescas são parecidas com a salsa, mas seu odor é inconfundivel. Também pode ser encontrado em grãos ou em pó, mas, embora venham da mesma planta, é outro sabor.
Uso: peixe, camarão, galinha e em molhos.
 
Gengibre: Raiz de sabor e cheiro muito fortes.
Uso: picles, caldas, bebidas, marinados, frutas assadas, molho teriyaki, conservas, chás e cervejas de gengibre. Vai bem também em biscoitos, pudins e vinho quente e é indispensável no preparo do quentão.
 
Louro: Folhas aromáticas que podem ser utilizadas frescas ou secas.
Uso: feijão, carne, peixe, doces, molhos e vinha-d´alhos. Parece ir bem com quase tudo. Na culinária francesa, faz parte do bouquet garni, junto com a salsa e o tomilho.
Manjericão: Folhas de aromas muito importantes na culinária.
Uso: Pode ser usado na maioria das receitas que levam tomates, como recheios, molhos, carnes, peixes, pães, pizzas e saladas.
Noz-moscada: Moida ou ralada na hora.
Uso: Realça o sabor das carnes e legumes. Pode ser salpicada em molhos e bebidas preparadas com leite, em frutas, sopas e pudins. Use também em bolos, bolachas, donuts, tortas,waffles e bolinhos.
Orégano: Freco ou desitratado.
Uso: “A quinta essência da pizza” também enrriquece diversos pratos e molhos preparados à base de tomate. Utilize no feijão-branco, nas azeitonas pretas e nos queijos, para aperetivo com azeite e pimenta calabresa.
Pimenta-do-reino: Escura e Branca. Nativa da India, é a especiaria mais popular do mundo e uma das primeiras introduzidas na Europa.
Uso: A quem aconselhe o tipo escuro para as carnes escuras e a pimenta-do-reino branca, de sabor mais suave, para as carnes brancas, como galinha, peixes, maionese .
 
Pesquisa da redação

Sobre Luis Guilherme

View all Posts

Luis Guilherme Zenga, Jornalista, 20 anos com passagens por diversas editorias desde Área Têxtil, Moda, Beleza, Cidades, Entretenimento e há 10 anos apaixonado pela editoria de Gastronomia e Turismo. Criei o Conceito de Luxo Magazine, por ter a cobrança de meu leitor em dar a minha opinião pessoal sobre as matérias que escrevo nos veículos que atuo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*